Translate

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Qual a relação entre o Recife e o livro O pequeno príncipe?

http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/diarinho/2014/02/10/interna_diarinho,488714/qual-a-relacao-entre-o-recife-e-o-livro-o-pequeno-principe.shtml
Publicação: 10/02/2014 15:02 Atualização: 11/02/2014 11:14

 (Editora Agir/Divulgação )
O Pequeno príncipe é um clássico da literatura. Ele foi publicado nos Estados Unidos ano de 1943 pelo escritor Antoine de Saint-Exupéry, e conta a história de um principezinho que encontra um piloto de avião perdido no deserto do Saara depois de uma pane em sua aeronave. Deste encontro surge um encantamento mútuo e uma amizade que vai ensinar aos dois muitas lições de amor, paciência e respeito. Disso você já deve saber. Provavelmente até já leu o pequeno príncipe. Mas você sabe qual a relação entre o livro e a cidade do Recife?
 
Há um gênero de árvores proveniente principalmente da África e do Oriente Médio chamado de Baobá.Baobás são árvores bem grandes, que podem chegar até a 25 metros de alura e um diâmetro (largura) do tronco de até onze metros. Isso quer dizer que seriam necessárias mais de 15 pessoas juntas de mãos dadas para abraçar um baobá! E o que essa informação tem a ver com o Pequeno Príncipe e Recife?

A narrativa do principezinho fala de um baobá. O planeta de onde ele veio, Asteróide B 612, tinha um solo muito rico em sementes de baobá. Então ele ficava muito preocuado com os danos que tantas árvores tão grandes podiam causar a seu planeta e, regurlamente, precisava podá-las. Apesar de a maioria destas árvores se encontrarem fora do Brasil, em Pernambuco, e mais especificamente no Recife, que temos o maior número de Baobás do país! São aproximadamente 30 baobás só na capital pernambucana, e uma delas serviu de inspiração para escrever sobre o Baobá do principezinho! Muito legal, não é mesmo?

O baobá em questão se encontra na praça da República, centro do Recife, e tem mais de cem anos de vida! Quando Exupéry esteve na cidade, entrou em contato com a árvore e esta serviu de inspiração para seu livro. Agora que você já sabe da história, que tal conhecer o Baobá? Talvez ele possa te ajudar a ter ideias muito interessantes, assim como ajudou Exupéry.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário